30 setembro 2017
30 setembro 2017,
 1

Instagram: travelforlifebr | Facebook: travelforlifebr | Twitter: travelforlifebr

.

“Aqui encontrei a paz. Aqui eu vivo feliz, sabe por que? Eu moro em Minas Gerais… E não há lugar melhor pra se viver! Suas belas paisagens, alegram meu coração. Seu clima é tão perfeito, como voz e violão. Além do horizonte tem um vale pra gente olhar, são tantas cachoeiras que.. nem faz falta ao mar. Minas da Viola, do Queijo e do Diamante, Minas sem fronteiras, Minas de Belo Horizonte” – César Menotti e Fabiano

 

Centro Histórico de Adamantina | Foto de Sérgio Mourão/Setur

Minas Gerais – A mesa mineira, “onde sempre cabe mais um”, é a maior marca da hospitalidade do povo do Estado. O jeitinho mineiro acolhe os mais diferentes paladares, gostos, interesses e desejos: do turista aventureiro ao relaxado, de crianças à Melhor Idade, do rural ao urbano.  Para isso, não basta apenas ouvir falar, ler ou se informar. É preciso experimentar e saborear. E Minas Gerais é um destino que proporciona tudo isso ao turista.

Minas é o estado que possui o maior número de patrimônios da humanidade, tombados pela Unesco, sendo eles: a cidade histórica de Ouro Preto, o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos em Congonhas, o centro histórico da cidade de Diamantina e o Conjunto Moderno da Pampulha, em Belo Horizonte. O Estado reúne também o mais importante acervo arquitetônico e artístico do período colonial brasileiro, preservado em cidades reconhecidas internacionalmente pela rica profusão de obras-primas do estilo barroco, nas quais se destacam os trabalhos de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, e Mestre Athaíde. As cidades centenárias narram a grandiosidade da história do Brasil.

Cavalgada Cachoeira da Farofa, Serra do Cipó | Foto Xará/Setur

Maria Fumaça, na cidade de Tiradentes | Foto Xará/Setur

Para quem gosta de natureza as opções são inúmeras. Com diversos parques naturais (nacionais e estaduais) abertos à visitação, onde o turista pode relaxar em meio a paisagens exuberantes.  Há opções para os aventureiros, como voar de parapente sobre a Serra da Moeda, vivenciando misto de adrenalina e liberdade. Na Serra do Cipó, podem é possível aproveitar das mais variadas atividades, como trekking, canoagem e rapel. Passeios de balão colorem o céu de São Lourenço.

Estado tem ricos trabalhos artesanais produzidos por moradores locais, como esses, produzidos em Minas Novas 2 – Foto Xará/Setur

No turismo rural, algumas regiões se destacam pelas belas paisagens e o ritmo tranquilo. Vale destacar o Circuito Villas e Fazendas de Minas, que encanta pela beleza das fazendas e pelos pequenos municípios que ainda conservam características da arquitetura colonial urbana, com pequenas casas, ruas calçadas, muros de pedra e centros históricos preservados.

Na região, é possível encontrar diversas fazendas turísticas nas cidades de Carandaí, Santana dos Montes e Itaverava. Minas Gerais é muito mais. Impossível descrever em poucas palavras a diversidade que o Estado apresenta. A gastronomia, o povo mineiro, a cultura e a típica hospitalidade mineira vão te encantar e te conquistar. Venha conhecer Minas Gerais e viver sua história aqui!

Gastronomia mineira: a queridinha dos turistas

Mercado Central da capital, Belo Horizonte | Foto Xará/Setur

Compartilhar comidas e bebidas com a família e amigos é uma tradição do povo mineiro. Turistas do mundo inteiro se deliciam com os sabores de Minas.

Recentemente, os visitantes elegeram, por meio da Pesquisa de Demanda Turística 2017 realizada pela Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur-MG), a gastronomia como a principal imagem do Estado.

O pão de queijo, o tropeiro e o frango com quiabo, além dos doces e quitandas, já fizeram a sua fama. Sendo o maior produtor de cachaça artesanal do Brasil, Minas já tem sua imagem atrelada à principal bebida tipicamente brasileira. As cervejas artesanais e os azeites mineiros também têm ganhado visibilidade, sendo campeões em concursos internacionais. Não há quem não conheça pelo menos uma destas iguarias. Quem dirá os queijos mineiros, que este ano trouxeram da França, em evento durante o Salão Internacional do Queijo da França, 11 medalhas.

O Estado é um rico produtor de café | Foto Xará/Setur

Que a gastronomia de Minas é inigualável já é um consenso. Buscando aliar essa característica tão peculiar ao turismo, o destino Minas Gerais tem proporcionado aos turistas experiências gastronômicas.

São mais de 150 festivais gastronômicos catalogados no Estado, que acontecem anualmente. Promovendo as iguarias e a tradição da culinária mineira, os festivais são importantes atrativos que permitem ao turista uma imersão na cultura local.

Para os visitantes que desejam também conhecer de perto a produção dos produtos mineiros, vivenciar o dia do produtor rural, ou até mesmo tomar um café rural tipicamente mineiro, tem a visitação aos produtores locais, com mais de 120 atividades e estabelecimentos abertos para turistas. E para quem vem com o tempo de se dedicar e deliciar com a gastronomia mineira, há os roteiros gastronômicos.  Tudo pensado para que o turista possa saborear, vivenciar e se apaixonar por Minas Gerais.

Minas estabelece a gastronomia como política pública

A gastronomia também tem se destacado como área de atuação governamental. Sendo um marco na identidade cultural do povo mineiro, preservando a tradição passada de geração e geração, a gastronomia se apresenta ainda como um potencial eixo de desenvolvimento socioeconômico devido à capilaridade de sua cadeia produtiva.

Identificando tais características deste setor, o Governo do Estado de Minas Gerais, decidiu dar um passo ousado e instituiu o +Gastronomia, programa que tem por objetivo fomentar e valorizar a cadeia produtiva da gastronomia, transformando-a em setor estratégico para o desenvolvimento sustentável do Estado de Minas Gerais.

Produção de queijo na Serra da Canastra | Foto Xará/Setur

Cachaça Vale Verde, em Vianópolis | Foto Xará/Setur

Para isso, em maio de 2017, publicaram-se dois decretos – um instituindo a Política Estadual de Desenvolvimento da Gastronomia Mineira (Decreto 47.192, de 25 de maio de 2017), e outro instituindo a Casa da Gastronomia Mineira – Mineiraria (Decreto 47.193 de 25 de maio de 2017).

Uma marca comum das duas iniciativas é contar com a participação de representantes do setor, para garantir que a construção conjunta das ações seja um diferencial positivo para o desenvolvimento da cadeia produtiva da gastronomia, em todo o estado.

O turismo possui um importante papel neste contexto, sendo que, a Setur, prioriza a gastronomia enquanto segmento turístico estratégico de fomento, possuindo um setor específico para o desenvolvimento de ações em torno da gastronomia, tendo já ações consolidadas para o setor. Com o foco na promoção da gastronomia em uma perspectiva turística, atualmente o principal projeto da Secretaria de Turismo é o Mapa Gastronômico de Minas Gerais, que disponibilizará para o mercado as experiências gastronômicas disponíveis no Estado, sendo: festivais e roteiros gastronômicos e visitas a produtores locais.

Instituições públicas e privadas se unem em defesa da gastronomia mineira

Fondue é um dos atrativos da gastronomia da serra, como em Monte Verde | Foto Reginaldo Pupo/Travel for Life

Minas Gerais é o primeiro estado a ter um movimento direcionado para a defesa da gastronomia. A Frente da Gastronomia Mineira (FGM) é um coletivo de pessoas e instituições unidas em rede para agir colaborativamente em defesa da gastronomia mineira. A promoção da gastronomia mineira e a identificação e valorização dos produtos típicos do Estado são alguns dos objetivos do movimento.

Com dois anos de existência, a FGM é uma instância para propor, discutir, incentivar e implementar ações em defesa da gastronomia mineira, bem como desenvolver e apoiar discussões relacionadas à temática, de acordo com as diretrizes das políticas a ela pertinentes.

A FGM visa contribuir para a promoção da gastronomia enquanto vetor de desenvolvimento econômico de Minas Gerais, ao tempo em que consolida a identidade do povo mineiro a partir de seus aspectos histórico-culturais.

Baixe vídeo de atrativos turísticos do Estado de Minas Gerais

.

 .

One response on “Minas Gerais: Impossível não se apaixonar!

  1. Hdpape disse:

    Depois de visitar todas essas cidades e suas ricas historias, e impossivel nao se apaixonar por Minas Gerais e sair de la com mais bagagem cultural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »